header

Acesso a Editores

Acessos

Hoje1113
Ontem1439
Esta semana1113
Este mês24829
Total1817539

128 visitantes online

PALAVRAS QUE EDIFICAM

UM REINO DE SACERDOTES

Texto Básico: 2 Pedro 2:9

Reino e Sacerdotes são duas palavras que nos levam a pensar em coisas distintas. Reino nos fala de governo, de domínio. Sacerdote nos remete à idéia de pessoas que tinham trânsito livre diante de Deus, que falavam em seu nome e que intercediam a favor do povo. Mas qual é a vontade de Deus em relação a isso?

I. Deus deseja que seus filhos governem (Gn 1:28) – Podemos observar uma intenção clara de Deus em ter uma família de muitos filhos à Sua semelhança que reinassem sobre a terra, povoando-a e governando-a, sendo a ponte de ligação do seu reino celeste aqui na terra. Mas o homem não foi fiel na sua missão, deixando-se ser tentado por Satanás, perdendo assim o domínio para ele... "maldita é a terra por tua causa" (Gênesis 3:17). Importante observar que o homem deveria governar sobre a criação sobre a terra com exceção do próprio homem que não governaria outro semelhante.

II. Autoridade Espiritual (Lc 10:18-20) – Deus nos deu autoridade espiritual sobre todo o poder do mal, pois fomos elevados aos lugares celestiais onde Cristo está. Você tem uma autorização, através do nome de Jesus, de subjugar os poderes das trevas. Também foi dada autoridade de orar pelos enfermos e eles serem curados. Foi dada a todo crente e é para ser usada. Temos também a autorização de concordarmos a respeito de algo aqui na terra e isto ser ligado no céu (Mt 16:19). A igreja é hoje a maior autoridade espiritual sobre a terra e não deve aceitar que a obra do maligno permaneça dominando as pessoas.

III. Sacerdotes – Como sacerdotes somos mediadores que tem livre acesso à sala do trono. Podemos entrar na presença de Deus e interceder pelo povo, pela nação, pelas famílias... (Hb 10:19,20). Como sacerdotes também somos responsáveis pela adoração que é oferecida a Deus (Hb 13:15). O sacerdote fazia a ligação entre o povo e Deus. Nós somos os responsáveis em comunicar as verdades e os valores próprios de Deus ao mundo perdido. Ele também era o responsável por trazer a instrução de Deus e da sua vontade para que o povo não morresse (Os 4:6).

IV. Responsabilidade – Esta revelação do reino de sacerdotes nos traz à mente a responsabilidade que nos foi dada de exercermos o nosso papel de reis e não darmos espaço ao reino inimigo, nos posicionando de forma ativa para trazer transformação e mudança através da autoridade dada por Ele. Precisamos ser sacerdotes que instruem o povo para que ele não morra, pois quando falta o conhecimento de Deus o povo morre.

Conclusão: Você tem exercido a sua autoridade de rei e subjugado o poder das trevas ao seu redor ou tem ficado tímido diante das ameaças do inimigo e se sentido impotente? Você é um sacerdote que cumpre o seu papel de intercessor, adorador e instrutor das verdades? Que Deus nos transforme de gloria em glória à imagem do seu filho (2 Co 3:18).

Fonte: www.vivaldopinto.com.br

APOIO PUBLICITÁRIO

banner boasnovas